Qual a sua dúvida?

Digite sua dúvida no campo abaixo, caso não ache o que esta procurando, entre em nosso fórum e escreva sua dúvida.

Juizado de Pequenas Causas mackenzie

Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE

Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE – Veja como entrar com ação

Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE – Veja como entrar com ação. Quer saber o Passo a passo?

Consulte nossos advogados Parceiros (Abaixo):




 




Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE

O Juizado de Pequenas Causas julga ações de baixa complexidade e com valor da causa de até 40 salários mínimos. Importante lembrar que para causas com valor até 20 salários, os requerentes podem pleitear seus direitos sem a necessidade de um advogado. Para pleitear seus direitos no Juizado de Pequenas Causas sem advogado é só escrever uma petição simples, conforme o Modelo de petição pequenas causas.

No Juizado de Pequenas Causas, para ações 40 salários mínimos e nos casos de recursos das causas com valor até 20 salários em que o requerente pretende recorrer, é necessário um Advogado para o pequenas causas.

O Juizado de Pequenas Causas costuma ser localizado em grandes faculdade ou universidades que ministram curso de Direito, as quais fornecem um espaço e já podem auxiliar os estudantes no estágio.

Além disso, em grandes cidades Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE está localizado nos bairros, dentro dos fóruns.

Algumas questões são importantes sobre o Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE:

  • Não há atendimento telefônico no Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE, sendo necessário o comparecimento pessoal;
  • Não há custas para entrar com ação no Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE e em caso de perda em primeira estância, o perdedor não paga as custas ou honorários do advogado do réu;
  • Há o pagamento de custas quando a parte recorrer ao colégio recursal;
  • Não é disponibilizado advogado público para assessorar os requerentes em nenhuma fase da ação no Pequenas Causas MACKENZIE.

Antes de entrar com uma ação no Pequenas Causas, importante avaliar quem está no polo passivo (réu), pois se for uma grande empresa, mesmo em ações com valores abaixo de 20 salários mínimos, recomenda-se contratar um advogado de sua confiança.

As Grandes empresas dispõem de escritórios especializados em direito do consumidor e o requerente inexperiente, por não estar acostumado, pode perder sua causa.




O Endereço do Pequenas Causas MACKENZIE pode ser consultado no link:

http://www.mackenzie.br/fd_npj_jec.html

 

Além disso é importante salientar que para causas trabalhistas, procure um Advogado Trabalhista pois estas não podem ser feitas no Pequenas Causas MACKENZIE.

Para questões trabalhistas de baixa complexidade, é dispensável o Advogado Trabalhista, podendo o próprio trabalhador ir ao fórum trabalhista da cidade onde trabalhou e pleitear seu direito direto no balcão.

Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE

Juizado de Pequenas Causas MACKENZIE




Consulte sempre um advogado!

(7) Comentários

  1. Ola, bom dia. Td bem? Fiz uma compra incorreta e sem querer num app online dentro da apple no celular e dentro do prazo de 7 dias pedi o cancelamento e estorno do valor, mas eles se negam a fazer. Além disso, cobraram o valor duas vezes sem entregar nem entregar o serviço. Qual o procedimento juridico devo tomar para reaver esse valor?

    • Ingressar com uma Ação na Justiça comum pedindo a devolução de valores em pedido liminar e com indenização por danos materiais e morais pelos transtornos sofridos.
      Contato advocacia particular 9663-2033 (não atendo Wattzap)

  2. Antônia Maria de Matos - Responder

    Comprei um guarda roupa dia 18/12 no site do Extra com previsão para entrega dia 23/12, porém dia 26 ainda não entregaram, quando verifiquei no site constava como cancelado, entrei em contato com a empresa e informaram que iam fazer o estorno pq não tinha o produto no estoque, mas eu informei que queria o produto, não teve acordo. Para a minha surpresa entrei no site dia 30/12 e lá estava o mesmo produto à venda, comprei novamente, a impressão que tenho é que estão vendendo o que não tem só para fazer fluxo de caixa com o dinheiro do consumidor. Como proceder nesses casos, pq também não recebi ainda.

  3. Aparecido Donizeti costa - Responder

    Vocês ja moveram alguma ação contra cia de seguros. Bati meu carro fiz o reparo nas oficinas credenciadas da Azul seguradora e quando fui vender meu carro precisei fazer uma vistoria e percebi que foi reprovado. Entrei em contato com a Seguradora que pediu para eu refazer o serviço na mesma oficina e depois de refeito fiz outra Vistoria em outra cia credenciada pelo detran e também houve reprovação.Segundo as cias o carro deveria ter dado Perda Total. Comprei outro carro e ia vender o atual para pagar a diferença e agora não consigo deixar meu carro na agência para vender porque foi reprovado na vistoria Cautelar que é exigida pelo Detran para venda de veículos.
    Preciso de ajuda estou devendo e não posso vender meu carro nesta condição pois posso responder processo futuros.

  4. Regina de Oliveira Cardoso Brito - Responder

    Bom dia,

    Estava morando em um apartamento alugado, porém ele foi arrombado e foram furtados, eletrônico, objetos pessoais e dinheiro, em minha ausência. Por este motivo resolvi rescindir o contrato de aluguel, estava há 6 meses e o contrato era de 30 meses. O proprietário informou que devo arrumar a portas e armários danificados no assalto, e vai cobrar a multa da rescisão contratual do aluguel. Como devo proceder para que não tenha que pagar o que foi danificado? E com relação a multa contratual tem alguma lei que me ampare, para que eu não seja obrigada a pagar?
    Fiz todo o procedimento, referente ao arrombamento e furto. Fiz B.O. e entreguei as imagens das câmeras do condomínio.
    Por causa deste evento, conversei com funcionários do condomínio e fui informada que já houveram outros assaltos.

    Desde já agradeço.

  5. Sandra Regina Ferreira pereira - Responder

    Bom dia!
    Aluguei um ponto comercial em péssimo estado de conservação.
    Eu e a proprietária entramos em um acordo.
    Eu faria a reforma e descontaria uma quantia do aluguel.
    Mês fica o aluguel com ela,.mês fica pra mim .
    Mas ao decorrer dos mês ,aconteceu dois assalto a mão armada no comércio.
    Estava cada dia mais perigoso continuar no local.
    Aí resolvi sair.
    Agora ela diz que não vai pagar o dinheiro que gastei no ponto dela.
    Tenho um contrato assinado e os recibos de tudo que gastei.
    Queria um orientaçào
    Pois agora não atende mais meus telefonemas.
    Muito obrigado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>