Advogado Gratuito SP

Advogado Gratuito São Paulo – Acesso à Justiça para Todos

A cidade de São Paulo é uma cidade dinâmica e muito importante no estado e que oferece advogados gratuitos online para seus cidadãos.

Para entrar com Ação com Advogado Gratuito da Defensoria Pública do Estado, dirija-se à unidade mais próxima de sua residência e tenha atendimento grátis.

Advogado Gratuito São Paulo

Clique nos Anúncios e fale com os Advogados sobre seus Direitos, Consulta, Atendimento Jurídico Gratis no Pequenas Causas, Direito do Consumidor e PROCON São Paulo.

Introdução

Este é um artigo meramente informativo para pessoas que querem conseguir um Advogado Gratuito São Paulo , não é uma recomendação de qualquer advogado, sendo os parceiros que aparecem, somente anúncios pagos.

O que é um Advogado Gratuito?

Um advogado gratuito é um profissional atua pelo estado e que oferece serviços sem gratuitos aos cidadãos que não podem pagar por um advogado particular. Estes advogados atendem nas unidades da Defensoria Pública, faculdades de direitos, ONGS e em convenios com a OAB de São Paulo.

Por que a Assistência Jurídica Gratuita é Importante para os moradores de São Paulo?

A assistência jurídica gratuita é essencial para garantir que todos os cidadãos de São Paulo tenham acesso igual à justiça e assim, que possam resolver suas questões legais, da melhor maneira possível.

Defensoria Pública do Estado em São Paulo online

Na Defensoria Pública do seu estado, no Juizado Especial Cível, também chamado de pequenas causa (JEC) e os escritórios experimentais dentro de faculdades de direito em todo país oferecem atendimento Jurídico sem a necessidade de advogado ou de pagar um.

Muitas pessoas não sabem que podem ter e outras que acham que podem, não tem direito a assessoria jurídica gratuita,

Como Conseguir um Advogado Gratuito em São Paulo? Passo a passo:

  1. Dirigir-se à Defensoria Pública do seu município ou;
  2. Caso não exista defensoria publica no município, procurar a OAB na casa do Advogado (convenio OAB/Defensoria);
  3. Ter renda familiar de até 5 salários mínimos;
  4. Levar documentos pessoais e comprovante de renda;
  5. Levar provas e documentos do caso que quer que seja tratado

Além disso, não esquecer de levar os seguintes documentos:

  1. RG ou CNH;
  2. Comprovante de Endereço;
  3. Comprovante de Renda (justiça gratuita);
  4. Provas do que vai ser alegado ou pedido.

Quando chegar na defensoria, será feita uma triagem no seu caso para avaliar se é um caso de consumidor, familiar, imobiliário, criminal, trabalhista, divórcio, inventário, pensão alimentícia, etc.

Onde é possível encontrar assessoria Jurídica gratuita em São Paulo?

  • Juizado Especial Cível (JEC), também chamado de Juizado de Pequenas causas – Em causas de até 20 salários mínimos, a parte pode entrar diretamente sem a necessidade de um advogado
  • Defensoria Pública, atende cidadãos que precisam de assessoria jurídica gratuita, desde que preencham alguns requisitos;
  • Escritórios Experimentais em faculdades de direito: muitas faculdades e universidades estruturam, juntamente com os tribunais, locais para atendimento e julgamento de pequenas causas.

Todos os estados tem parceria entre Universidades e Faculdades de Direito com o Tribunal de Justiça, para atender a população – veja os endereços de São Paulo de assistência jurídica grátis:

OAB – Ordem dos Advogados de São Paulo:

Outra maneira de conseguir um advogado é por meio da própria Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, onde existem parcerias entre as defensorias, tribunal de Justiça e OAB.

Para conseguir esse atendimento, é necessário dirigir-se a OAB de São Paulo, devendo o interessado comprovar renda e condições financeiras através de . carteira de trabalho, contracheques, comprovação bancária e/ou Imposto de renda, além de comprovante de residência e documentos de identificação como CPF e RG .

Importante salientar que o Juizado Especial Cível, também pequenas causas existe em todos os estados brasileiros e visa processar e julgar ações de menor potencial cível e criminal, de acordo com a lei 9.099/95

Os processos no Juizado Especial Cível de São Paulo dever ter como valor de causas, no máximo 40 salários mínimos, sendo que ações com valores até 40 salários não exigem a presença de um advogado.

O importante a lembrar é que, advogados particulares, em raros casos, podem advogar gratuitamente (pro bono) e que, caso precisem de Advogado Gratuito São Paulo será necessário recorrer à defensoria Pública.

Quem pode ter acesso à assistência Jurídica Gratuita?

Para conseguir Advogado Gratuito São Paulo, o interessado deve morar em São Paulo, deve ter renda familiar de no máximo até três salários mínimos.

Além disso, caso haja algum idoso, pessoa com deficiência, o limite de renda passa a ser quatro salários mínimos vigentes.

O(s) interessado(s) em Advogado Advogado Gratuito São Paulo deve(m) levar até a Defensoria Pública ou até a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do município / Casa do Advogado o(s) documento(s) pessoal(s), com os números do RG e CPF, carteira de trabalho, bem como comprovante de residência e de renda.

Como é o atendimento na Defensoria Pública de São Paulo?

O interessado deve ir a uma unidades da Defensoria de São Paulo, pegar uma senha e aguardar ser chamado pelo representante ou advogado que irá atende-lo – No atendimento, deve expor o seu caso (momento em que é feita a triagem) e, após isso, será agendado um dia para que o interessado traga a documentação comprovando a renda exigida e as provas do alegado.

Em resumo, os advogados gratuitos em São Paulo representam um pilar importante na justiça e igualdade de acesso aos serviços jurídicos. Este serviço é vital para a comunidade, garantindo que todos tenham representação legal quando necessário.

Quais documentos são necessários na Defensoria Pública?

É necessário levar o RG original, comprovantes de renda (holerites, carteira de trabalho) comprovante de residência (contas em geral) e documentos/provas associados ao pedido, como por exemplo, no divórcio, certidão de casamento, nascimento, documentos de bens, etc.

Abaixo listamos o site da Defensoria Pública de alguns estados, veja os locais de atendimento de seu município.

Defensoria Pública da União – para questões Federais – Ex. INSS, Caixa Econômica, etc

http://www.dpu.def.br/

Defensoria Pública de São Paulo:

http://www.defensoria.sp.gov.br/

Conclusão

Em resumo, não é difícil conseguir advogados gratuitos que atuam em São Paulo, visto que a cidade disponibiliza, além da defensoria e convênio com a OAB, também faculdades de Direito que promovem a assessoria jurídica grátis.

5/5 - (1851 votes)

6 comentários

  1. Rodrigo Silva Responder

    Olá boa tarde! Me chamo Rodrigo e estou com dúvidas trabalhistas, eu sofro com depressão em estado severo, sou funcionário de hospital e trabalho como auxiliar de enfermagem. Recentemente passei por crise depressiva e foi necessário uma intervenção médica através de internação o qual fiquei 2 meses. Após a saída do hospital o psiquiatra seguiu com o tratamento extra hospitalar, em seu relatório/atestado o Médico me afastou durante 90 dias, cumpri esses dias em casa. Sempre minha família entrava em contato com a instituição para informar o estado do tratamento juntamente com relatórios médicos e logo quando estava para terminar o afastamento entrei em contato com a empresa para o retorno do trabalho. O médico em minha ultima consulta me liberou para trabalhar porém com restrições, más a empresa disse que era complicado me ter como funcionário uma vez que estou restrito a atividades diretas com o paciente e pediu que eu entrasse em contato com o médico para reconsiderar a conduta de restrição, que não tinha posto adequado para minha restrição a qual foi recomendada. No dia 7/08/2020 comecei a falar com a empresa sobre o retorno mais não tenho respostas de acolhimento sobre as atuais circunstancias, meu quadro clínico depressivo apenas piora quando penso que a questão social de integração de funcionário adoecido é muito falha. Eu nunca precisei de ajuda jurídica para nenhum caso, mas dessa vez não sei o que fazer. Tenho todos os relatórios médicos, contatos com a empresa, tenho tudo protocolado. Até mesmo meu vale alimentação o qual me ajuda muito eles cortaram e não me deram respostas sobre isso. Estou desamparado e precisando de orientação sobre isso. Temo não ser acolhido na empresa e se for tenho medo de me mandarem embora por discriminação sobre minha patologia diagnosticada e me desligarem em seguida. Estranhei muito quando a medicina do trabalho tentou me convencer de tirar a restrição tentando me convencer que o meu tratamento poderia evoluir negativamente caso não me sinta útil nas atividades laborativas uma vez que estou restrito. Realmente preciso de ajuda para saber o que eu faço mediante tudo isso. Eu agradeço à atenção de vcs e me coloco a disposição caso tenham alguma orientação do que posso fazer e de como posso me comportar sobre isso. Abraço à todos! Rodrigo Silva

  2. RONALDO NASCIMENTO DA SILVA Responder

    A MÃE DE MINHA FILHA ME COLOCOU NA JUSTIÇCA POR CONTA DE PENSÃO ALIMENTICIA ATRASADA. MAIS ELA FAZ ALEGAÇÕES FALSAS AO MEU RESPEITO E A RESPEITO DA SITUAÇAO DELA FINANCEIRA. PRECISO DE UM ADVOGADO PARA DEFENDER A MINHA CAUSA. E ESSE PROCESSO JÁ CORRE A UM ANO E SÓ AGORA FUI INFORMADO. CORRO O RISCO DE SER PRESO. POR FAVOR ME AJUDEM. FICAREI A DISPOSIÇÃO E NO AGUARDO DE UM RETORNO. OBRIGADO1

  3. Iane Pereira de souza Responder

    Eu coloquei o pai da minha filha na justiça pro pagar pensão e até hoje ele parou de pagar a pensão pra ela eu queria saber se ela tem direito tem 6 meses que ele não paga pensão ela tem quatro anos eu queria saber se ela tem algum direito

  4. Kelly Costa Responder

    Boa tarde!

    Meu tio foi atropelado por um onibus, ficou muito tempo na caixa e ao retornar ao trabalho foi despensado, entrou com uma ação para receber os direitos e o Juiz só autorizou ele receber o SALDO QUE TEM NO FGTS, porém antes da data agendada para recebimento, ele sofreu outro acidente e está em coma, os filhos não tem condições e precisam urgentemente receber esse valor, mas não sabemos como fazer. Se possível me auxilar.
    Grata,

  5. Sara Cristiane Pereira Responder

    Boa tarde meu nome :Sara CRISTIANE PEREIRA, Quero ter a guarda do meu filho Arthur Carlos da Silva que está enternado no hospital do coração situação de Risco de vida dia 19 de maio o juiz proibir deu ver a criança nem ter noticia por telefone, porisso eu preciso urgente de um Advogado da Defensoria pública qui não tenho condissoes de estar pagando um Advogado Declaro que preciso muito de um Advogado urgente até o dia 30 de maio se tever alguém pra mi ajudar e dar uma atenção eu agradeço, Nome da Rua Varzia Paulista n:35 /Bairro Jardim lice / CEP:06363-480 / tel: (11)954293074 /

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.