Advogado Online Gratuito

Advogado Online Gratuito: Acesso à Assistência Jurídica

Entendendo o Serviço de Advogado Online Gratuito

Em um mundo cada vez mais conectado, o acesso à assessoria jurídica se tornou mais amplo e acessível.

Uma das inovações mais significativas nesse sentido é ter a possibilidade de falar com um advogado online gratuito.

Essa modalidade de prestação serviço online oferece orientação de um advogado online, facilitando o acesso à justiça para aqueles que podem ou não ter os recursos para contratar um advogado particular e precisam de um advogado do estado da defensoria pública.

Advogado Online Gratuito
Advogado Online Gratuito

Na Defensoria Pública do seu estado, no Juizado Especial Cível, também chamado de pequenas causa (JEC) e os escritórios experimentais dentro de faculdades de direito em todo país oferecem atendimento Jurídico sem a necessidade de advogado ou de pagar um.

Muitas pessoas não sabem que podem ter e outras que acham que podem, não tem direito a assessoria jurídica gratuita,

Para ter direito à defensoria são necessárias 5 coisas:

  1. Dirigir-se à Defensoria Pública do seu município ou;
  2. Caso não exista defensoria publica no município, procurar a OAB na casa do Advogado (convenio OAB/Defensoria);
  3. Ter renda familiar de até 5 salários mínimos;
  4. Levar documentos pessoais e comprovante de renda;
  5. Levar provas e documentos do caso que quer que seja tratado.

Como Funciona o Atendimento de um Advogado Online Gratuito

Disponibilidade e Acessibilidade: O serviço de advogado online gratuito é ideal para pessoas que necessitam de assistência jurídica rápida e não têm condições financeiras de arcar com os honorários de um advogado ou não conseguem ir, em razão do trabalho, a um posto da defensoria pública.

Assim, por meio de plataformas online, é possível obter respostas para questões e causas jurídicas cível, família, trabalhistas, direito imobiliário, etc – tudo online.

Onde é possível encontrar assessoria Jurídica gratuita?

  • Juizado Especial Cível (JEC), também chamado de Juizado de Pequenas causas – Em causas de até 20 salários mínimos, a parte pode entrar diretamente sem a necessidade de um advogado
  • Defensoria Pública, atende cidadãos que precisam de assessoria jurídica gratuita, desde que preencham alguns requisitos;
  • Escritórios Experimentais em faculdades de direito: muitas faculdades e universidades estruturam, juntamente com os tribunais, locais para atendimento e julgamento de pequenas causas.

Limitações do Serviço Gratuito: Embora seja uma excelente maneira para obter assistência jurídica, é importante notar que os serviços online tem limitações, pois não é como se você estivesse presencialmente, junto de um defensor público.

Normalmente, esta assessoria online funciona com o preenchimento de um formulário online ou contato via chat, ou seja, quem precisa de assistência, informa sua causa e a descreve em um formulário e um advogado da defensoria, um voluntário ou designado pela plataforma fornecerá as orientações básicas sobre a sua causa.

advogado online whatsapp grátis

Áreas de Atuação

  • Direito do Consumidor;
  • Direito de Família;
  • Direitos Trabalhistas;
  • Pequenas causas civis;
  • Direito Penal;
  • Direito Tributário;
  • Direito Civil;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Ambiental;
  • Direito Internacional;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Empresarial;
  • Direito Imobiliário;
  • Direito Previdenciário;
  • Direito Processual;
  • Direito da Tecnologia da Informação (T.I.);
  • Direito Desportivo;
  • Direito da Saúde;
  • Direito Educacional;
  • Entre outras.

Benefícios do Advogado Online Gratuito

  1. Conveniência: Acesso fácil e rápido a um advogado online sem sair de casa, especialmente útil para pessoas com dificuldades de locomoção, moradores de áreas remotas ou aqueles que buscam praticidade.
  2. Primeira Orientação Online: Muitos serviços oferecem a consulta inicial gratuita, o que permite às pessoas terem informações básicas sobre como iniciar as tratativas de sua causa judicial e, como essa assessoria, podem avaliar a necessidade e como tratar sua questão.
  3. Apoio a Comunidades Carentes: Os serviços online da defensoria têm foco especial em pessoas de baixa renda, oferecendo acesso justiça gratuita que, de outra forma, poderiam ser financeiramente inacessíveis, ajudando a reduzir disparidades e promover o acesso igualitário ao judiciário.

OAB – Ordem dos Advogados do seu Estado:

Outra maneira de conseguir um advogado é por meio da própria Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do seu estado, onde existem parcerias entre as defensorias, tribunal de Justiça e OAB.

Para conseguir esse atendimento, é necessário dirigir-se a OAB no seu estado, mais próxima de sua residência, devendo o interessado comprovar renda e condições financeiras através de . carteira de trabalho, contracheques, comprovação bancária e/ou Imposto de renda, além de comprovante de residência e documentos de identificação como CPF e RG .

Os processos no Juizado Especial Cível dever ter como valor de causas, no máximo 40 salários mínimos, sendo que ações com valores até 40 salários não exigem a presença de um advogado.

O importante a lembrar é que, advogados particulares, em raros casos, podem advogar gratuitamente (pro bono) e que, caso precisem de Advogado Online Gratuito será necessário recorrer à defensoria Pública.

Mas caso queira procurar um advogado particular para agilizar uma questão, veja abaixo a tabela de preço mínimo da OAB SP – em todos estados existem tabelas mínimas:

http://www.oabsp.org.br/servicos/tabelas/tabela-de-honorarios

O(s) interessados em Advogado do Estado podem procurar a Defensoria Pública de seu Estado e assim terão o atendimento gratuito de advogados defensores públicos.

Em muitos municípios não existe defensoria pública e assim, o interessado na assistência jurídica gratuita pode ir até a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do município ou a Casa do Advogado para ser atendido por um profissional conveniado com a Defensoria.

Quem pode ter acesso à assistência Jurídica Gratuita?

Para conseguir Advogado Online Gratuito, o interessado deve ter renda familiar de no máximo até três salários mínimos.

Além disso, caso haja algum idoso, pessoa com deficiência, o limite de renda passa a ser quatro salários mínimos vigentes.

O(s) interessado(s) em Advogado Advogado Online Gratuito deve(m) levar até a Defensoria Pública ou até a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do município / Casa do Advogado o(s) documento(s) pessoal(s), com os números do RG e CPF, carteira de trabalho, bem como comprovante de residência e de renda.

Como é o atendimento na Defensoria Pública? 

O interessado deve ir a uma unidades da Defensoria do seu estado, pegar uma senha e aguardar ser chamado pelo representante ou advogado que irá atende-lo – No atendimento, deve expor o seu caso (momento em que é feita a triagem) e, após isso, será agendado um dia para que o interessado traga a documentação comprovando a renda exigida e as provas do alegado.

Quais documentos são necessários na Defensoria Pública?

É necessário levar o RG original, comprovantes de renda (holerites, carteira de trabalho)  comprovante de residência (contas em geral) e documentos/provas associados ao pedido, como por exemplo,  no divórcio, certidão de casamento, nascimento, documentos de bens, etc.

Abaixo listamos o site da Defensoria Pública de alguns estados, veja os locais de atendimento de seu município.

Defensoria Pública da União – para questões Federais – Ex. INSS, Caixa Econômica, etc

http://www.dpu.def.br/

Defensoria Pública de São Paulo:

http://www.defensoria.sp.gov.br/

Defensoria Pública do Rio de Janeiro:

http://www.defensoria.rj.def.br/

Abaixo o Site da Defensoria Pública de Minas Gerais:

http://www.defensoria.mg.gov.br/

Abaixo o Site da Defensoria Pública do Paraná:

http://www.defensoriapublica.pr.def.br/

Abaixo o Site da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul:

http://www.defensoria.rs.def.br

Defensoria Pública Mato Grosso:

www.defensoriapublica.mt.gov.br/

Defensoria Pública Mato Grosso Sul:

www.defensoria.ms.gov.br/

Defensoria Pública Santa Catarina:

www.defensoria.sc.gov.br/

Defensoria Pública Goias:

www.defensoriapublica.go.gov.br/

Defensoria Pública Bahia:

defensoria.ba.def.br/

Defensoria Pública Ceara:

www.defensoria.ce.def.br/

Defensoria Pública Pernambuco:

defensoria.pe.def.br/

Defensoria Pública Sergipe:

www.defensoria.se.def.br/

Defensoria Pública Rio Grande do Norte:

www.defensoria.rn.gov.br/

Defensoria Pública Alagoas:

www.defensoria.al.gov.br/

Defensoria Pública Amazonas:

www.defensoria.am.def.br/

Defensoria Pública Espirito Santo:

www.defensoria.es.def.br/

O atendimento gratuito está descrito na Constituição Federal em seus artigos:

– Art. 134. A Defensoria Pública é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe, como expressão e instrumento do regime democrático, fundamentalmente, a orientação jurídica, a promoção dos direitos humanos e a defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial, dos direitos individuais e coletivos, de forma integral e gratuita, aos necessitados, na forma do inciso LXXIV do art. 5º desta Constituição Federal.

–  Art. 5º o Estado prestará assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem insuficiência de recursos;

Juizado Especial Cível “Pequenas Causas”

O Juizado Especial Cível, popularmente conhecido como Tribunal de Pequenas Causas, trata ações de pequenas causas que não ultrapassem o valor de 40 salários mínimos.

O Juizado de Pequenas Causas é uma instância da Justiça que visa solucionar de forma ágil e simplificada questões de menor complexidade, de acordo com o estabelecido na Lei nº 9.099/95.

Como funciona o Pequenas causas? O funcionamento pequenas causas é de um processo comum, ou seja, a parte (autor) faz uma petição inicial, juntando provas e documentos, o demandado (réu) recebe uma intimação para se defender, agenda-se uma audiência, tentando conciliação e, caso não ocorra, o juiz decide o direito.

Como saber se meu caso é de pequenas causas? Se a ação, for de baixa complexidade, e tiver valor de até 40 salários mínimos, pode ser feita no Juizado Especial Civel – Pequenas causas, exceto se tratar de questões trabalhistas, Direito de Família (Divórcio, Divórcio Extrajudicial,  Inventário, Herança, etc), envolvendo crianças (consulte um advogado especialista em divórcio e direito de família), ou casos de falências e concordatas.

Qual o prazo para entrar com um processo? Depende, cada tipo de processo tem um prazo de prescrição, como por exemplo no Código do Consumidor, o prazo é de cinco anos para pedir reparação de danos e danos morais, em razão de fato do produto ou do serviço e no código Civil o prazo é de 3 anos para entrar com ação por danos.

Assim, caso precise de Advogado Online Gratuito, se dirija à Defensoria Pública do seu estado ou casa do advogado com todos os documentos pessoais, documentos do caso (provas, fotos, testemunhas, etc) e comprovante de endereço e renda.

Para dar entrada no processo no Juizado Especial Cível é necessário que:

Para ações com valores ater 20 salários mínimos – não é necessário um advogado, podendo o próprio interessado ir diretamente ao fórum mais próximo, retirar sua senha e aguardar na triagem;

Alternativamente, mesmo para ações com valores abaixo de 20 salários mínimos, algumas pessoas preferem se utilizar de um advogado, haja visto que normalmente na outra ponta, haverá uma grande empresa com seu advogado.

Para ações com valores acima de 20 salários mínimos ou ações ou ações com valores abaixo de 20 salários mínimos onde haja necessidade de recurso ao Colégio Recursal (que julga recurso dos Juizados Especiais Pequenas Causas) é necessário um advogado.

O autor poderá também ingressar com a ação no Juizado Especial Cível do Fórum:

  • Do domicílio do autor (ou seja, domicilio da pessoa que quer entrar com a ação) ou do local do ato ou fato, nas ações para reparação de dano de qualquer natureza;
  • Do domicílio do réu, ou, se desejar, do local onde aquele exerça atividades profissionais ou econômicas ou mantenha estabelecimento, filial, agência, sucursal ou escritório;

Conclusão: Podem os Requerentes pleitearem no fórum mais próximo a sua residência.

Deverá ser levado ao Juizado Especial Pequenas causas:

Abaixo os documentos necessários para pequenas causas:

  • Cópia do RG, CPF ou Carteira Nacional de Habilitação:
  • Comprovante de endereço: pode ser uma conta de agua, luz ou telefone;
  • Original de documentos/provas (Exemplo Cheque que deseja efetuar cobrança, Notas Fiscais de produtos ou serviços;
  • Fotografias:  Em caso de colisão de veículo ou acidentes;
  • Print de Telas e e-mails: em caso de questões eletrônicas, contratos via whatsapp, ofensas, etc;
  • Endereço da parte ré (contra a pessoa/empresa que vai entrar contra na ação.

Onde preciso ir para entrar com a ação no pequenas causas? Existe o Juizado online?

Os advogados conseguem entrar com uma pequena causa via processo eletrônico, mas a parte somente consegue pleitear seus direitos indo diretamente no fórum mais perto de sua residência.

Quanto custa entrar com um ação no juizado de pequenas causas?

Na primeira fase, até a sentença, não existem custos, ou seja, é gratuito entrar  com a ação, porém, caso uma das partes não concorde com a sentença e deseje recorrer, ai, além da necessidade de advogado, devem ser recolhidas taxas.

Quais são os procedimentos do Juizado Especial Cível? Para entrar com uma ação no Juizado Especial Cível é preciso:

  • Que a ação não ultrapasse 40 salários;
  • Presença de um advogado para ações acima de 20 salários mínimos;
  • Quem pode entrar com a ação é somente pessoas físicas e microempresas.

Como funciona o pequenas causas? A parte interessada deve comparecer ao Fórum mais próximo de sua residência com documentos pessoais, comprovante de endereço e todos os documentos, provas e testemunhas que comprovem os direitos que deseja pedir

Com isso, o responsável no fórum irá confeccionar uma petição de pequenas causas e ai, após a outra parte ser citada, inicia-se a ação.

É necessário comparecer à audiência? Sim, de extrema importância, tanto autor quanto réu comparecerem nas audiências, seja de conciliação ou de julgamento pois, caso não compareça, será extinta sem julgamento (caso o autor não compareça) ou ocorrerá a revelia (caso o réu não compareça)

O fórum irá agendar uma audiência, e nesta, irá ocorrer uma tentativa  de conciliação

Caso haja acordo, o acordo é lavrado em um termo e as partes assinam, comprometendo-se com o acordado

Caso não haja acordo, ocorrerá a audiência – Na audiência de Instrução e Julgamento, o juiz irá ouvir as duas partes, testemunhasse analisará as provas, e, após isso, irá prolatar sua sentença

Caso as partes concordem com a sentença, termina o processo, podendo ocorrer a execução (transformar o direito em dinheiro – comum em casos de indenização)

Caso uma ou ambas partes não concordem, deverá ser feito um recurso inominado, dirigido ao colégio recursal, o qual irá, através de um colegiado (mais de um juiz) julgar o recurso.

Existe um prazo para entrar com um recurso? Sim, a parte que não concordar com o teor da sentença terá até 10 dias para protocolar o recurso por escrito – neste caso será necessária a presença de um advogado e o pagamento de custas.

Quando Procurar um Advogado Particular

Apesar dos benefícios da assistência jurídica gratuita, em casos mais complexos, é aconselhável buscar os serviços de um advogado particular.

5/5 - (60 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.